Economia circular: lixo descartado por empresas ganha nova vida com ação sustentável

04/08/2021 - AUTOR: Flavio do Carmo com edição de Ana Lúcia De Alcântara Oshiro

 

A transição para novas perspectiva de consumo de produtos que retorne à sua origem, de forma mais sustentável e equilibrada tem sido à tona dos últimos anos.

Esse novo paradigma forma à transição para projetos que foquem no uso de energia renovável, desde a aquisição de matéria-prima para fabricação de produtos – na manufatura – e amplia-se para toda a cadeira de valor do sistema econômico - que já se comprova gerador de capital, mais natural e integrado ao social. Um ciclo de vida do produto envolve desde o desenvolvimento do produto, a obtenção de matérias-primas e insumos, o processo produtivo, assim como o consumo e a disposição final ao cliente.

O modelo que gera a chamada ‘economia circular, baseia-se em três pilares:

  • .eliminação de resíduos e poluição desde o princípio;
  • .manutenção de produtos e materiais em uso;
  • .regeneração dos sistemas naturais

Esta preocupação com a readequação do modelo econômico adotado ate agora, de crescimento desenfreado e consumo e do descarte abusivo, sem respeito ao meio ambiente e dessintonizado com o bem estar social gerou inúmeras ações e projetos de adoção de novas práticas. Dentre estes destaca-se a parceria entre a ONU Meio Ambiente, o Ministério do Meio Ambiente (MMA) e do Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MPDG) -, do projeto para aprimorar o processo de compras públicas sustentáveis no Brasil.

No setor privado surgem inúmeros novos exemplos de práticas neste sentido, como o programa Ecoenel, da Enel Spa, distribuidora de energia elétrica em estados como São Paulo, Rio de Janeiro, Ceará, Goiás. O Ecoenel, reconhecido pelo Ministério do Meio Ambiente foi o ponto de partida para enfrentar os desafios da implantação da Política Nacional de Resíduos (PNRS). As ações incluem: contrato firmado entre o setor público e fabricantes, importadores, distribuidores ou comerciantes, tendo em vista a inserção da responsabilidade compartilhada do ciclo de vida do produto.

O Programa Ecoenel que muitos usuários desconhecem, oferece descontos na conta de energia elétrica para clientes cadastrados residenciais que entregam coletas de materiais recicláveis como papel, plástico, metal, vidro e embalagens TetraPark nos pontos de coleta espalhados pela área de concessão da Enel Distribuição SP. Com a entrega periódica de resíduos sólidos recicláveis, os usuários podem até zerar o valor da conta.

Recentemente, a Enel anunciou o projeto internacional do desafio global Play Energy 2021, voltado para estudantes na faixa de 14 e 20 anos e professores com o tema ‘Gestão Inteligente do Lixo’ de sete países: Brasil, Argentina, Chile, Colômbia, Grécia, Itália e Peru poderão participar. Participantes menores de 18 anos devem estar sempre sob a supervisão de seus genitores ou responsáveis.

Os participantes do projeto sobre sustentabilidade, economia circular e cidades circulares, precisam criar um produto com resíduos ou sucatas encontrados em casa, além de nome, logotipo e uma loja onde os produtos serão comercializados.

Processo PlayEnergy - cada equipe é composta por até três membros e a soma total de pontos pode chegar a 30 por prova, ou seja, 10 pontos para cada membro. São sete desafios durante sete meses. Desafio final com foco no conceito de cidade circular.

Cada projeto vale 100 pontos e os produtos serão anunciados no site oficial do evento e ficarão disponíveis para avaliação. A promoção deste evento é uma estratégia da Enel para promover o desenvolvimento sustentável e disseminar o tema da Economia Circular em suas operações socioambientais ao encontrar novos ciclos de vida para materiais reusáveis e recicláveis.

A cidade circular é um bairro inteiro que faz parte do desafio onde os participantes poderão consumir apenas produtos derivados de resíduos. O programa Ecoenel, de reciclagem de resíduos sólidos, só no Brasil já arrecadou mais de 14,5 toneladas, o que evitou a emissão de 39,5 mil toneladas de gás carbônico (CO=) na atmosfera, isso equivale à preservação de 103 mil árvores.

Premiação – Nove equipes serão contempladas com prêmios que vão de 75 a 150 Euros em compras online. Professores que direcionaram projetos que ficaram em 1º, 2º e 3º lugares também ganharão vale-compras no valor de 150 euros.

Apuração – o encerramento das atividades se dará em 2022, até 31/03/2022 – e acontecerá na presença de um cartório responsável pela proteção ao consumidor – ou Juri Técnico – composto por representantes da Empresa Promotora.

O concurso PlayEnergy começou em 01/04/2021 e terminará em 15/03/2022 com o “final on-line challenge”. O concurso foi anunciado na primeira quinzena de março de 2021.

Todo cronograma do concurso como fuso horário de início e fim do curso e de todas as datas do regulamento foi ajustado ao fuso horário de Roma GMT+1.

As inscrições podem ser feitas através do site- https://playenergy.enel.com/br/

#sustentabilidade,#economiacircular, #reputaçõesvirtuosas,#práticasorganizacionaisvirtuosas,#enel, #tacademia, #nomuselocus

 

Acesse nossa rede

 

Pesquisa Nº 1

QUESTAO:

“Você já enfrentou situações nas quais você não foi respeitado? Se positiva. O desrespeito é mais usual em que ambiente de seus relacionamentos cotidianos?”.


Resultado:

SIM – 100%


ONDE?

60% - Sociedade em geral

100% - Ambiente de Trabalho

80% - Nos espaços públicos

50% - Pelo Estado

30% - Nas instituições de ensino


Quer conhecer mais detalhes da pesquisa? Acesse e baixe a 1ª edição da NomuseLocusMagazine.