Campanha leva pias comunitárias a mais de 30 mil pessoas carentes no país

29/06/2020 - AUTOR: da Redação

 

Credito: ONG Habitat para a Humanidade Brasil

A organização social Habitat para a Humanidade Brasil, que trabalha pela promoção da moradia digna, lança sua segunda campanha de apoio às famílias mais pobres do país durante a pandemia. A campanha #UmaMãoLavaOutra pretende arrecadar R$ 138 mil e impactar pelo menos 30 mil pessoas por dia com a instalação de 100 pias comunitárias em comunidades de 9 estados do Brasil.

A Organização Mundial da Saúde (OMS), uma em cada três pessoas no mundo não tem acesso à água potável e sabão. No Brasil, mais de 30 milhões de brasileiros não têm acesso à água tratada em suas casas e para outros 20 milhões, o abastecimento de água é irregular (SNIS).

Para se rpevenir da contaminação na Pandemia, lavar as mãos é uma defesa básica de primeira linha, sendo uma das formas mais eficazes de prevenir a propagação do novo Coronavírus. Mas, para milhares de famílias que vivem em comunidades e favelas, “lavar bem as mãos” não é tão simples quanto parece. 

“A falta de acesso à água coloca milhares de pessoas em risco de contaminação pelo Coronavírus. Queremos dar condições para que 30 mil pessoas que vivem em comunidades e favelas possam lavar as mãos todos os dias. Acreditamos que a soma dos esforços de todos os atores da sociedade é absolutamente necessária e urgente para minimizar os impactos dessa pandemia para as populações mais vulneráveis desse país”, afirma Socorro Leite, Diretora Executiva da organização.

A campanha #UmaMãoLavaOutra é um financiamento coletivo em que qualquer pessoa pode contribuir. É só acessar o link e doar qualquer valor: https://www.catarse.me/umamaolavaoutra.

A pia comunitária

As pias comunitárias ficarão em pontos estratégicos da comunidade, para que os moradores possam lavar as mãos antes de usar o transporte público ao sair de casa e, ao retornar, possam se higienizar antes de entrar nas ruas e vielas da comunidade, e nas suas casas. 

A pia comunitária contará com uma cuba, torneira, dispenser com sabão e será ligada à rede pública de abastecimento de água, quando possível. Quando não for possível, soluções alternativas como instalação de caixas d’água serão utilizadas.

Elas serão construídas e instaladas através da articulação com parceiros em cada comunidade. As associações de moradores e as lideranças comunitárias locais serão mobilizadas e atuarão para determinar os pontos de instalação e ficarão responsáveis pela troca de sabonete líquido e pelo monitoramento/manutenção do equipamento.

As pias comunitárias serão instaladas em comunidades nas cidades de São Paulo/SP, Rio de Janeiro/RJ, Belo Horizonte e Lavras/MG, Porto Alegre/RS, Curitiba/PR, Florianópolis/SC, Salvador/BA, João Pessoa/PB e Recife/PE.

Serviço:
Link da campanha: https://www.catarse.me/umamaolavaoutra.
Doações a partir de R$ 15
Meta: 100 pias comunitárias para higienizar as mãos de 30.000 pessoas por dia

Segundo a ONU, uma em cada três pessoas no mundo não tem acesso à água potável e sabão. No Brasil, mais de 30 milhões de brasileiros não têm acesso à água tratada em suas casas e para outros 20 milhões, o abastecimento de água é irregular (SNIS). O COVID-19 já chegou nas favelas e está se espalhando cada vez mais rápido. 

Acesse nossa rede

 

Pesquisa Nº 1

QUESTAO:

“Você já enfrentou situações nas quais você não foi respeitado? Se positiva. O desrespeito é mais usual em que ambiente de seus relacionamentos cotidianos?”.


Resultado:

SIM – 100%


ONDE?

60% - Sociedade em geral

100% - Ambiente de Trabalho

80% - Nos espaços públicos

50% - Pelo Estado

30% - Nas instituições de ensino


Quer conhecer mais detalhes da pesquisa? Acesse e baixe a 1ª edição da NomuseLocusMagazine.